terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Lembranças da adolescência



Olá meus queridos.
Hoje vim falar de uma época muito interessante, em que as emoções parecem estar ao extremo.
Eu até que aproveitei muito minha adolescência, morava numa cidade do interior de Minas Gerais, então tudo era mais tranquilo, eu podia sair com as amigas e ficar um pouco mais livre do que aqui.

É difícil resumir esse período porque é quando muita coisa acontece ao mesmo tempo, mas tentei juntar em uma fotografia coisas que fizeram parte do meu cotidiano.


Na minha adolescência teve uma época em que era moda pintar cada unha com uma cor de esmalte ou então fazer umas misturas de esmaltes em um copo com água, com ajuda de um palitinho (alguém lembra disso?) e enfiar o dedo para sair tudo colorido. Depois levava um tempão pra limpar toda a borradeira que ficava no dedo, mas valia o resultado, rs.
Hoje já não teria coragem de usar assim, mas é legal relembrar (o esmalte que estou usando na foto é o Deliciosa da linha Color Trend da Avon).



Outra coisa marcante na minha adolescência foi minha coleção de Revistas Capricho.
Eu simplesmente amava essa revista. Minha mãe assinava pra mim e quando chegava eu devorava ela inteirinha.
E lógico que não podemos esquecer dos escândalos ao ver que tinha pôsteres do Bon Jovi ou dos Backstreet Boys (meu preferido era o Bryan, depois me conta qual era o seu, rs).
Falando nisso, também adorava gravar minhas fitas com os clipes, entrevistas e tudo mais das bandas que eu gostava e rever milhares de vezes, kkkkkkk. 
E também tinham as pastas com todas as fotografias que saíam nas revistas, rs.



E naquela época eu já era ligada nas artes manuais (lembra que comecei a bordar aos 8?)
E foi na minha adolescência que fiz esse quadrinho com meu nome, data e horário de nascimento.
E aceitava encomendas pra ter um dinheirinho extra pra comprar minhas coisinhas.

Essas são apenas algumas de minhas lembranças, porque se eu fosse falar mais, ia ficar um post enorme...

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva Fotos do blog Moça de Familia.


Clique na imagem para conhecer mais histórias, mas não esqueça de deixar seu comentário aqui. Eu adoro saber a opinião de vocês.

Beijos!!!

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Minha tatuagem, minha simples homenagem


Olá amigos.

Hoje vim falar da minha tatuagem.
Já faz tempo que eu queria fazer uma tatuagem, mas ainda não tinha amadurecido a idéia sobre o desenho ou com quem fazer (já que é algo definitivo, é preciso ter certeza de todos os detalhes, para não se arrepender).
Ano passado esse sonho virou realidade.


Primeiro decidi que seria uma homenagem a minha mãe.
A mulher mais importante da minha vida e que me ensinou muitas coisas através de exemplo.
Mulher forte que se viu viúva aos 38 anos de idade, com dois filhos, de 10 e 08 anos para criar.
E que deu conta de tudo isso, ensinando valores, sendo forte, firme e ao mesmo tempo sem perder a doçura e o jeito de ver a vida sempre pelo lado positivo.

Depois de decidir o desenho (daqui a pouco eu falo sobre os detalhes), eu comecei a pesquisar sobre o lugar onde iria fazer e me encantei com o trabalho dos tatuadores da Led's Tattoo, todos muito qualificados e o estúdio com salas super limpas, com jeito de clínica. 
Pronto, tava decidido o lugar.

Fui até lá e gostei do trabalho do Serginho. Conversei com ele, que adaptou perfeitamente o desenho que eu tinha levado como base para o que eu queria.
Esta primeira foto mostra como o desenho iria ficar, depois de aplicá-lo na minha pele com stêncil.

Como o desenho não é tão pequeno, precisei fazer em duas sessões.
A primeira foi para traçar todo o desenho.


Aguentando firme a dor. 
Pensando que não era nada comparado a dor que com certeza minha mãe sentiu para me trazer ao mundo.

Após três horas, o resultado da primeira sessão. 
E o marido (ali no espelho) sempre me apoiando, registrando alguns momentos da sessão.

Bom, agora faltava colorir.
Segui todas as recomendações até a cicatrização da primeira etapa.
E 20 dias depois retornei para terminar minha tatuagem.
Nessa foto dá pra ver a idéia inicial que foi adaptada pelo Serginho.

E nesta outra foto quando terminamos.
Satisfação enorme.
Agradeço muito ao Serginho por tornar isso realidade.

E agora vamos aos detalhes.
Escolhi uma menina, porque é o jeito como vejo minha mãe.
Os cabelos e olhos castanhos como os dela.
O livro no colo simboliza a paixão que ela tem por leitura.
A roupa tinha que ser azul, cor preferida dela, que inclusive tem uma comunidade no Orkut chamada Tudo Azul.
E na roupa ainda tem a letra F, inicial de seu nome.


E minha mãe é a pessoa mais apaixonada por flores, árvores e natureza que eu conheço.
Então lógico que tinha que estar balançando em flores. E escolhi a orquídea, que é uma de suas preferidas.


Ah, e foi uma surpresa. 
Minha mãe sabia que eu ia fazer uma tatuagem, mas não tinha idéia de que era para ela.
Ela ficou "apavorada" como ela mesmo disse com o tamanho, rs.
Mas amou a tatuagem e sempre que nos vemos, ela fica olhando pra minha tatuagem.
Te amo minha mãe.
Obrigada por tudo!!

E então gostaram?

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Dexter - meu buldogue francês

Bom dia!!!

Hoje vim falar do meu filho bagunceiro, Dexter.
Na verdade uma postagem só não vai dar pra falar tudo, porque ele apronta muito e tem muitas histórias já, quem me acompanha pelo Face sabe, por isso vou fazer uma série de postagens a respeito.
E isso tudo com apenas 01 ano e 01 mês de idade. 

Bom, vamos começar do início (melhor né? rs).
No final de 2012 eu e o marido decidimos que iríamos adotar um filhote e começamos a pesquisar raças para apartamento.
Eu sempre gostei de cachorro grande, então isso era um desafio. Não queria um cachorro tão pequeno.
Pesquisando as raças, gostamos muito do Buldogue Francês, que diziam ser uma raça super dócil, calma, não latir, ficar horas assistindo tv com os donos e por aí vai.
Realmente ele é super dócil e não late quase nunca, mas calmo... 
Bom, ele não é nem um pouco calmo, é bem agitado. Não para um segundo.

Já tinha feito contato com uma criadora e meu filho nasceu no dia 05 de janeiro de 2013.
Fui até lá e escolhi um dos filhotes e fiquei aguardando ansiosa para o dia que pudesse buscá-lo definitivamente.

E enquanto esse dia não chegava, ficava namorando as fotografias que a criadora me mandava:

Aqui ele estava com 01 mês de idade.

Mais uma das fotos que ela me mandou:

No dia 23 de fevereiro, finalmente era o dia de pegar meu filhotinho e quando chegamos lá (em Embu) a criadora tinha saído para fazer um parto de urgência de sua buldogue inglesa e estavam só os filhos dela lá.
Aproveitamos para ver ele brincando com um de seus irmãozinhos.

Ele estava lá todo serelepe, mordiscava, pulava por cima do irmão, mordia a grade, e nós pensamos "que bonitinho, é o mais espertinho".

Na volta pra casa ele já dava sinais de como ia agitar nossa vida


Não queria ficar no colo e ficou subindo nas minhas costas, rs.


Ai que saudade do cheirinho de bebê, cheirinho de leite.

Esqueci de dizer que a família toda foi buscá-lo. Além do marido e eu, minha mãe e meu irmão foram juntos.


E ele aproveitou para estrear o colinho da vovó com um xixizinho, hehehe.

E nessa foto ele já estava em casa, com um de seus brinquedinhos favoritos. Um jacarezinho (que já foi destruído, rs.)



Bom, já falei bastante por hoje.
Termino com uma foto da minha família linda. 
Nessa foto ele já estava com quase sete meses.


Bjokas e lambidinhas do Dexter. 

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Organizando a casa

Olá, tudo bem com vocês?

Hoje vim falar de um assunto diferente.
Quem me conhece pessoalmente sabe que sou uma pessoa desorganizada. Já melhorei muito (em vista da minha adolescência, rs), mas ainda tenho muito o que melhorar.
(imagem da net)

Não costumo fazer aquelas metas de começo de ano, porque na maioria das vezes não são cumpridas não é mesmo?
Mas ainda assim decidi que quero uma casa mais bonita e organizada.
Não que esteja tudo fora do lugar em minha casa, mas tem algumas coisas que me incomodam a algum tempo e quero ir organizando aqueles cantos que ficam esquecidos e vão acumulando bagunça.

E para me ajudar, ingressei num grupo que ajuda pessoas a serem mais organizadas. Algums já conhecem, mas para quem não conhece, é o sistema FLY Lady. Também tem o grupo brasileiro, com mais informações aqui. 

Uma das coisas que gosto nesse sistema é que não é nada radical, e começa com pequenos passos para que seja realmente possível se organizar e manter-se assim.
Como a idealizadora do sistema diz
 "sua casa não ficou desorganizada em um só dia, portanto não queira organizá-la em um só dia"
E é bem nisso que eu ou pessoas desorganizadas como eu erram. Um dia bate aquela vontade de organizar tudo de uma vez só e acabamos desanimando. Então paciência que com o tempo minha casa vai estar ótima.

O primeiro passo no sistema é "deixar a pia brilhando". Isso não significa apenas lavar e secar a louça, mas sim fazer uma bela limpeza, em todos os cantinhos. Depois manter a pia assim vai ser mais fácil.
E o motivo de ser o primeiro passo, é por ser uma coisa simples, que todos podem fazer e no final te dá uma satisfação imensa e aquela dó de deixar louça acumular na pia.

Parece simples, mas ajuda muito. É um incentivo para deixar o resto da casa do mesmo jeito.


Eu já cumpri meu primeiro passo e espero incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo.
Com o tempo, você vai eliminando tudo aquilo que não faz falta, deixando a vida mais simples e organizada.


Bom gente, é isso. E aí, alguém se animou para embarcar comigo nessa jornada?

Bjokas e ótima semana!!

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Jogos americanos

Olá pessoal

Tudo bem com vocês?
Aqui meu começo de ano foi corrido, várias coisas pra resolver...
Entrei no blog e vi que nem cheguei a mostrar os jogos americanos que eu estava fazendo em dezembro.
Bom, então aqui estão eles:


Vou mostrar cada um deles em detalhes.

Foram feitos dois com aplicação de Papai Noel:


Dois com aplicação de boneco de neve (reparem nos botõezinhos fofos):


E dois com aplicação de Arvore de Natal:


Em todos foi feito quilt livre na parte central e ao redor das aplicações. O acabamento foi feito com viés verde para dar contraste e ressaltar ainda mais as cores do Natal.



Olha como ficam bonitos na mesa:


Esta encomenda foi para o Rio de Janeiro. Minha cliente amou e eu fiquei muito feliz em atender a mais essa encomenda.

E vocês, gostaram?

Desejo a todos um ótimo 2014 com muitas realizações!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...