sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Desafio Literário de Carnaval



Acho que nunca comentei por aqui, mas livros também fazem parte do meu cotidiano.
Sempre tenho um livro de cabeceira e há muito tempo leio antes de dormir, mas ultimamente tenho lido mais, levando os livros comigo para onde vou. 




E hoje me deparei com esse desafio literário e resolvi participar.
Trata-se da Maratona Literária de Carnaval, promovida pelos blogs Nuvem Literária e Pronome Interrogativo, para incentivar a leitura durante esse feriado de Carnaval.

A maratona vai rolar do dia 06 ao dia 10 de fevereiro e terá sorteio de brindes pra quem participar e até um vale compras no valor de R$200,00, não é legal? 

Vou colocar aqui o desafio proposto e os livros que escolhi (estão na primeira foto também):

1 - Comece ou termine uma série: 
Escolhi começar a série Percy Jackson do Rick Riordan, já que é a única série na minha estante que eu ainda não li.

2 - Um livro que todo mundo leu, menos você:
Para esse escolhi O Livreiro de Cabul, que é bem comentado.

3 - Um livro que você tem há mais de um ano na estante:
Esse meu marido ganhou de presente faz tempo, mas eu sempre fui passando outros livros na frente, então resolvi colocá-lo na lista, Um país Chamado Favela.

4 - Um livro de um autor que você nunca leu:
Coloquei o livro do Stephen Rebello, Alfred Hitchcok e os Bastidores de Psicose. Esse eu comecei a ler esses dias e encaixei nesse desafio para continuar a leitura.

5 - Um clássico do gênero que você desejar:
Aqui entra o livro Viagem ao Centro da Terra de Julio Verne, que eu nunca li.

Bom, essa é minha lista, provavelmente não conseguirei ler todos mas o que vale é o incentivo para ler mais. Não adianta também atropelar a leitura e não aproveitar, não é mesmo?

E se você também se interessou, aqui o link para um dos vídeos do desafio, explicando direitinho como participar:

https://youtu.be/ZxNzyn2fjHc

E você, também gosta de ler? O que achou do desafio?

Um abraço!


domingo, 25 de outubro de 2015

Trekking Chapada Diamantina - Minhas primeiras considerações


Voltei, e confesso que demorei a começar a escrever sobre essa viagem pela quantidade de novas experiências vividas.
Levei um tempo para digerir todas as novas informações e sentimentos e ainda estou nessa fase de repensar e avaliar tudo.


Eu sabia que seria uma viagem com muitos desafios, que testaria meus limites físicos (sempre fui sedentária e comecei a frequentar a academia para essa viagem), mas foi muito mais que eu esperava. Foi uma viagem de aprendizados em que vivi momentos inesquecíveis.

Passamos uma semana totalmente desconectados. Nos desconectamos do "mundo" e nos conectamos às pessoas e a natureza. Vivemos essa semana de forma simples, mas intensa. Conhecemos e desfrutamos (verdadeiramente) de companhias de pessoas muito especiais, conhecemos lugares incríveis, pessoas simples e batalhadoras. Vivemos uma outra realidade, totalmente diferente da nossa. 



Foi meu primeiro trekking, e por isso muito especial. Cheguei cheia de dúvidas, receios e expectativas e saí com uma bagagem cheia de aprendizados e a certeza de que vou fazer muitos outros. Quero mergulhar novamente em mundos tão diferentes do meu e aprender muito com tudo isso.

Tivemos o privilégio de pegar um guia nativo, que foi garimpeiro, conhece o lugar como a palma de sua mão, sabe de lugares incríveis que as vezes não estão nos guias e rotas alternativas em caso de chuvas, alagamentos, cheias nos rios, etc. Um cara simples, mas com muito conhecimento, super seguro, bem humorado e com ótimas tiradas. Acrescentou muito em nossa viagem.


Também pegamos um grupo maravilhoso. No total estávamos em seis, mais o guia. O único homem do grupo, exceto o guia, era meu marido, rs. As meninas eram ótimas, todas bem humoradas, prontas para o que der e vier, sempre dispostas a ajudar. Cada uma com sua história de vida e viagens, sempre acrescentando ao grupo. Aprendi muito com todas elas e são amizades que pretendo carregar para o resto da vida.


Vou fazer outras postagens, falando mais especificamente das trilhas, dos locais que passamos, das experiências vividas, mas já adianto que é uma viagem que supera muito as expectativas e aconselho todos a fazer. É uma experiência e tanto. 

Percebi o quanto é fácil viver e que nós é que complicamos tudo. Não é preciso muito para ser feliz.

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Bloco 7 De Pedacinhos e Férias...


Hoje vim mostrar o último bloco que fiz no grupo De Pedacinhos.
Foi ensinado pela Luciana Merencio.

Eu escolhi os tecidos a partir do bloco central, em que usei o que as americanas chamam de "fussy cut", que é quando você corta o tecido escolhendo o desenho que quer mostrar no bloco. 



Nesse caso foi fácil porque era um painel, mas as vezes, para fazer esse tipo de corte, há um desperdício maior de tecido. 
Apesar disso, o efeito compensa.

Eu gostei bastante do resultado desse bloco. E foi o meu último no grupo. As aulas de blocos continuam até o final do ano, mas pedi para me desligar porque não vou conseguir cumprir os outros prazos devido a outros projetos que tenho que realizar. Mas ano que vem volto com certeza.

E falando em projetos, estou de férias! Uhuuu!!
E em contagem regressiva para uma viagem que irá testar meus limites físicos. 



Vou ficar 8 dias na Chapada Diamantina (Bahia) e fazer cinco dias de trekking, caminhando cerca de 12 a 18 Km por dia. Treinei bastante na academia estes últimos meses, mas confesso que estou com um certo medo (friozinho na barriga) e ao mesmo tempo muito empolgada. Dá pra entender?

Mas tenho certeza de que será uma experiência inesquecível.

E você o que tem feito por aí?

Tenha uma ótima semana!

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Bloco 6 De Pedacinhos

Olá!!! Como você está?

Eu na verdade já estou com outros projetos em andamento, e agora me dei conta que faz tempo que não publico por aqui, apesar de sempre visitar alguns blogs.

Então vim mostrar a minha versão do bloco ensinado pela Mariângela Franco no grupo.
Esse bloco tem vários nomes: Chave do macado, Monkey Wrench, Snail Trail ou Rastro do Caracol. 



A junção de vários desses blocos pode formar desenhos muito bacanas.
Eu fiz quatro blocos e fiquei na dúvida de como uni-los. A intenção é formar um centro de mesa (bem mais pra frente, quando conseguir adiantar meus outros projetos, rs)

Aqui estão quatro opções de uniões. Qual a sua preferida? 


Coloquei a votação lá no grupo também quando fiz os quatro blocos, mas não vou contar o resultado de lá para não influenciar sua votação, rs.

Volto logo, assim que fotografar os outros projetos em andamento.

Beijos!

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Clothesline Village - Casa 2


E aqui está minha segunda casa do QAL.

Esta foi feita com técnica de patchwork tradicional (piecing) e algumas aplicações.



E como na primeira casa, também fiz algumas modificações. 

No projeto original as janelas eram bem menores e feitas com somente uma peça, dando a impressão que as luzes da casa estavam apagadas.

Então eu aumentei as janelas e fiz as aplicações com tecido amarelo para darem mais vida. 

A janela central também não existia no projeto original.



Só não fiquei muito contente com a escolha do tecido rosa claro, achei que ficou meio apagado perto dos outros.


E se você ainda não viu a primeira casa do projeto, é só visitar essa postagem "Clothesline Village - Primeira Casa".

E por aqui continuo na correria, tentando dar conta de todos os projetos. E você, o que tem feito por aí?

Beijos!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...